segunda-feira, 4 de fevereiro de 2008

Sem alma

Corpos sem alma que habitam a terra! Estamos todos juntos e todos sós nessa batalha. Acordar todas as manhãs e enfrentar um longo dia... Um longo dia como todos os outros, vazio, insignificante. A humanidade é um grande câncer sob a face da terra. Mas que raio de imbecil criaria a humanidade? Eu me sinto a cada dia mais vazia, mais triste, mais perdida... Sem saber o que pensar, sem saber se enfrento a realidade ou tento inventar alguma idiotice que possa fazer com que a minha vida seja menos tortuosa. Já pensei em acreditar nos pensamentos positivos já que não tem como engolir uma idéia de Deus. Vi o tal do segredo! Aquela porcaria até que pode ajudar alguns perdidos na face da terra, mas não funcionou comigo... até tentei, juro que tentei. No fundo tudo aquilo faz sentido: O homem descabido de sentimento de sentido é um homem perdido! Por isso temos que encontrar algo que explique toda essa droga de existência. Seja acreditando no amor, na vida após a morte ou em qualquer outra invenção humana... Eis aí a única salvação! Acreditar em algo, especialmente, acreditar que você tem algum motivo de ser, de existir. Acreditar que você não é apenas mais um, mas que você é importante e especial, nem que seja na vida de algumas pessoas. Quanta mentira, quanta imbecilidade... No final, não acreditar nisso é estar imerso no oceano do absurdo.