quarta-feira, 16 de abril de 2008

Ela

Ela anda graciosamente, com os pés descalços,
cuidadosamente pisando sobre a relva
Ela toma cuidado para não pisar nas pequenas flores
e nem nos galhos secos caídos das árvores
Ela olha para o céu da manhã e contempla
A magnitude do sol e a beleza do dia
Ela colhe com mãos suves os frutos das árvores
e os cheira como quem sente o gosto mais doce do mel
Ela diz bom dia aos pássaros e sorri lindamente para as borboletas
Eu a observo silenciosamete
Ela volta em passos dançantes
Seus olhos brilhando esplendorosos.
Ela faz parte desse cenário todo
É um elemento indispensável à beleza da natureza
Enquanto ela caminha,
eu mantenho o silêncio
Quero apenas observar,
Não quero ser visto
Não quero quebrar o encanto
Desse lindo momento.