sexta-feira, 4 de abril de 2008

Radicalismo

Minhas idéias assombram as pessoas. Eu tenho consciência do meu radicalismo. um dia desses disse a uma pessoa que eu não acreditava em deus porque se deus é justiça, porque ele crucificou o próprio filho para pagar os pecados de seres imundos? Se deus fosse justo, ele jamais faria um absurdo dessses. Mas se deus fez isso, é bem verdade que ele criou o homem a sua imagem e semelhança, pois o homem é capaz de atrocidades muito piores do que essa. Matar o próprio filho, fazê-lo sofrer sem ter culpa. Mas que diabos de crença é essa? como acreditar numa coisa tão absurda como essa? Se isso é a moral cristã, então tudo que o homem faz na terra é justificável. O que é a corrupção, o assassinato, a chacina, a miséria, a calamidade perto de uma moral vil dessas? Quem aceita como seu deus supremo esse demônio que matou o seu próprio filho ao invés de vir até o mundo e fazer com que todos os nojentos pagassem com suas proprias peles, não pode me impressionar quando faz coisas atrozes. Deus justifica todo e qualquer ato de atrocidade! Se deus é pai, eu sou a primeira a pregá-lo na cruz, sou a primeira a cometer o parricídio!