segunda-feira, 27 de julho de 2009

Sem título

I Realy don't care who or what you are. You'll really not care of me either. Não tenho talento nenhum, não sou rica nem famosa. Sou comum, medíocre. Não disponho de beleza física e nem moral. Não faço média, não agrado ninguém, não quero ser nada na vida. Basta existir! A vida já basta! .... Acho todo e cada ser humano repleto de egoísmo cego e de incapacidade de olhar ao seu redor para perceber o quão inútil é sua existência. O quão vil são suas ações, o quão baixa é sua mentalidade. Todos os seres humanos são inúteis, vermes que decompõem a beleza do planeta Terra. Todos estagnados no silêncio sufocante do exílio emocional, sem ao menos se dar conta disso. Todos vítimas de um sistema implacável. Todos culpados pela péssima condição humana. Vís! demasiadamente vís. ... Oração: Vejo rostos cheios de si, vejo olhares de desprezo e isso me enoja. Vejo arrogância e estupidez em cada um que encontro, e isso me enoja. Vejo pessoas rindo da precariedade do seu próximo, e isso me enoja. Vejo corações imundos, cheios de ganância, avareza, injustiça, e isso me enoja! O seu sorriso um dia se apagará, e é isso o que prevalecerá por todo o sempre. ...