domingo, 13 de dezembro de 2009

Para mim, escrever é gritar silenciosamente, para todos e para ninguém. Escrevo um turbilhão de idéias sem nexo que se agrupam entre si e dão um sentido ao todo e que cada um de vocês, leitores, interpretam da frma que quiserem. às vezes fico meses sem escrever nada, às vezes escrevo sem parar, mas mnha alma pede que eu escreva! São meus tormentos, as minhas vontades de negar tudo... Eu preciso gritar!!!!