domingo, 13 de dezembro de 2009

Se...

Se eu fosse uma música, seria "From darkest sies" de My Dying Bride.
Se eu fosse um livro, seria "Parerga und Paralipomena" de Schopenhauer.
Se eu fosse um conto, seria "Memórias do Subsolo" de Dostoievski.
Se eu fosse um homem, seria Albert Camus.
Se eu fosse uma mulher, seria Edith Piaf.
Se eu fosse uma voz, seria a de Geof tate.
Se eu fosse um olhar, seria o de Elizabeth Taylor.
Se eu fosse uma mobília, seria um divã.
Se eu fosse uma bebida, seria blood mary.
Se fosse uma profissão, seria coveiro.
Se fosse um objeto, seria uma quina do teto.
Se eu Fosse uma cor, seria preto.
Se eu fosse uma roupa, seria um sobretudo.
Se eu fosse uma ave, seria um falcão.
Se eu fosse um mamífero, seria um lobo.
Se eu fosse um signo do horóscopo, seria peixes.
Se eu fosse um símbolo, seria uma cruz.
Se fosse um lugar, seria um cemitério.
Se eu fosse uma flor, seria uma lótus.
Se eu fosse um cheiro, seria dama da noite.
Se eu fosse um alimento, seria uma noz.
Se eu fosse um lugar, seria uma caverna.
Se eu fosse você, não teria lido essa droga que escrevi!