domingo, 4 de julho de 2010

Um pouco mais sobre educação (Em resposta ao comentário de uma professora)


Professora anônima, eu preciso discordar com você em alguns aspectos: Primeiro que conheço muito analfabeto que sabe mais do que eu, que sou  uma bosta de mestre; segundo, nada está nas mãos dos governantes, e sim nas mãos da classe média, que é quem paga impostos e deveria ter um pouco mais de esclarecimento para reivindicar as coisas. Mas essa classe da qual atualmente pertenço, e me envergonho todos os dias por isso, é amorfa, inerte, entorpecida por drogas como novela, futebol e jornais... Enfim, a base do esclarecimento deve ser uma iniciativa própria, mas como contrariar a natureza e o curso das coisas? Se “deus” (ironia de novo, pelo amor de deus hein!!!!) quis assim, o que se pode fazer? Como transformar o rebanho em criaturas conscientes? E como criaturas conscientes, como conter o impulso instintivo de dominação, imaginem só todos querendo dominar ao mesmo tempo! Seria uma aberração! Pelo momento, só devo lastimar a minha classe por estar presa, sendo que poderíamos ser cordeirinhos mais rebeldes, no entanto sempre cordeirinhos... e nossos pastores, espera deles misericórdia? O homem é incapaz de misericórdia, mesmo sendo cristão, pois todas as suas ações são sempre justificáveis em seu próprio ponto de vista (veja que todos nós fazemos o mesmo!!!!)