quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Sensibilidade

Os sentidos: minha audição, meu tato meu paladar, minha visão, (não posso contar com meu nariz para nada, é quase inválido rs) todos andam bem apurados. No entanto, de uns dias para cá estou me sentindo muito "sensível" como se fosse quebrar, rachar ao meio a qualquer momento. Parece coisa de mulherzinha, e eu acho que é isso mesmo. Sinto como se precisasse de uma caixa para me guardar, ou de um suporte para eu ficar lá, paradinha, intacta! 

Tenho me sentido ofendida com palavras que nem são dirigidas a mim. Tenho me sentido triste, como se tivesse perdido algo muito importante. Sinto-me apenas mais uma face na multidão, mas isso não é novidade, o novo para mim é me sentir desamparada, desancorada num mar que não sei para onde serei levada, ao mesmo tempo me sinto estagnada pelo exílio emocional com o qual tenho vivido. Queria ser mais forte, mais "homem" (rs), mais rude... bem, às vezes até transpareço uma pessoa rude, bruta... mas no fundo sou uma fraca, uma derrotada e para piorar sensível demais... 

Interessante, sou tão sensível que minha pele se irrita no frio ou no calor intensos... por dentro sou igual a minha pele, eu acho... não sei o que realmente me desestabiliza, mas queria que esse "inverno emocional" passasse logo, ou será que ele sempre esteve aqui e eu nunca reparei?