sábado, 14 de agosto de 2010

Um pouco mais sobre ateísmo

Estou muito "surpresa" em saber que Richard Dawkins era cristão até conhecer as teorias darwinistas. Assisti uma entrevista dele "Atheism Tapes" da BBC. E o que mais me surpreendeu foi o fato de ele dizer que, quando ele tornou-se ateu, ele sentiu-se mais leve, mais feliz. A princípio não entendi direito, pois o ateísmo é uma "fé" (risos) que carrego comigo desde a infância... nunca acreditei em nada... Mas posteriormente pensando, acho que realmente tornar-se ateu, de certa forma, é como tirar um peso das costas: imaginem que existe alguém lá em algum lugar do céu observando cada passo, cada gesto e cada pensamento seu! Isso chega a beirar a esquizofrenia!!!!! Por esse ponto de vista, realmente o ateísmo é leveza, é liberdade (obviamente até certo ponto). Pois eu, que já sou uma pessoa perturbada, se acreditasse em uma força superior me observando 24 horas por dia e apontando-me o dedo - isto é errado! isto não pode! Qual seria minha reação? Acho que pararia num hospício!