domingo, 19 de setembro de 2010

Todos nós nos justificamos...

Antes dos xingamentos, sim, sou egoísta, arrogante, petulante e o que mais querem que eu seja... mas essas características não são exclusividade minha: todos nós nos justificamos perante nossos erros. Já falei um pouco sobre a questão, mas não levantei nenhum problema em relação a isso. Já reparam que quando cutucamos o defeito alheio, sempre levamos uma porrada na cara? Um exemplo disso é um amigo que tenho. Ele anda bebendo por aí todos os dias, e eu, com essa língua enorme que "deus" [ironia] me deu,  disse-lhe que ele estava à beira do alcoolismo. Ao ouvir tal afirmação minha, ele partiu para o ataque, e adivinhe o que ele disse de mim? Sim, compro sapatos mas eu tenho meus motivos sabe, comprar compulsivamente me alivia, mesmo que por apenas alguns instantes, o vazio existencial, o abismo que habita em mim. o álcool no caso de meu amigo é a mesma coisa, e no fundo todos nós temos os nossos defeitos porque lá no fundo reconhecemos esse enorme nada, essa lacuna que queremos preencher a qualquer custo. Quem mata pode até se arrepender, mas tem suas justificativas. Quem rouba, o mesmo. agora quem acaba com o próprio corpo ou com o próprio bolso é mais certo ou menos certo? Olhem só, meu vício por sapatos continua, o que acabou agora foi o dinheiro, estou desempregada...