sexta-feira, 19 de novembro de 2010

"O inferno são os outros"


O bicho-papão, o homem do saco, o saci pererê, a bruxa malvada, os monstros e o diabo estão lá fora esperando que a donzela indefesa saia de seu castelo encantado e com ela façam todo o mal possível. Os contos de fada sempre me surpreenderam, pois neles é possível ver o que há de monstruoso e terrível nos homens: a inveja, o ódio, a brutalidade, a ganância, a vontade de aniquilar o outro. Mas nos meus contos de fadas particulares não há príncipes e nem ao menos fadas encantadas. O que salva a donzela de tudo isso é a auto-suficiência. A donzela pode se proteger ficando trancada em seu quarto olhando sua bela face  no espelho a envelhecer com o tempo. Mas ela pode sair do castelo com uma condição: lutar contra todos esses inimigos sem deixar que sua verdadeira beleza seja manchada. Que tal então comprar máscaras e vestir-se de monstro ou de bruxa má? mesmo assim, os obstáculos serão postos a frente dela. então, o que fazer, afinal? Sair desse mundo encantado consciente de que lá fora há muita vilania. Consciente de que lá fora terá de enfrentar os sentimentos mais baixos para adiquirir um pouco de beleza. Deixar a sua rosa encantada bem guardada em uma redoma de vidro.