domingo, 24 de junho de 2012

Oração: DNA

DNA nosso que estás no sangue,
Replicado seja o vosso nome
Venha a nós as vossas moléculas,
Seja feita a sua Duplicação,
Assim na terra como no mar.
Os cromossomos nossos de cada dia
nos dai hoje,
Multiplicais as nossas células,
Assim como nos multiplicamos entre nós, pecadores,

Agora e na hora de nossa morte,
Amém!



Oração: Ave, Genética!


Ave, Genética, cheia de graça, Darwin é convosco
Bendita sois vós entre os DNA's
Bendito é o fruro de vosso ventre, Evolução
Santa Genética mãe de Lamarck,
Rogai por nós, seres humanos,
Agora e na hora de nossa morte,
Amém!

segunda-feira, 18 de junho de 2012

Uma palavra sobre o silêncio

"Odeio as almas estreitas, sem bálsamo e sem veneno, feitas sem nada de bondade e sem nada de maldade." Friedrich Nietszche

 Uma palavra sobre o silêncio

Está em voga, última moda, sair por aí dizendo que o silêncio é a melhor resposta, o silêncio é a melhor pergunta... mas como uma boa ouvinte do silêncio, muito acostumada a ele, penso que o silêncio deixa o interlocutor livre! livre para pensar o que ele bem entender, por isso, saiba quando aplicar a dose correta do silêncio.

O silêncio, às vezes, é a melhor resposta, é a melhor forma de demonstrar um determinado sentimento, a melhor forma de contornar uma situação. No entanto, infelizmente, muitas vezes ele é mal- interpretado e deixa margens para que o outro pense o que quer, que o outro veja no silêncio sua covardia, sua fraqueza, e seu receio; seu medo, sua insegurança e principalmente sua falta de argumentos!

Então, se não quer ser mal-interpretado (a), diga em voz alta aquilo que pensa, aquilo que sente... e use o silêncio a seu favor, e não contra si!

Abraços Fraternos,
Fabiana